Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro


Pages Navigation Menu

Vista da Serra do Curicuriari durante o entardecer

Vista da Serra do Curicuriari durante o entardecer

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro – Foirn é uma associação civil sem fins lucrativos, sem vinculação partidária ou religiosa, fundada em 30 de abril de 1987. A Foirn tem como missão defender os direitos dos povos indígenas que habitam a bacia do rio Negro localizada no Noroeste Amazônico, estado do Amazonas, Brasil. É composta de 89 associações indígenas de base que representam cerca de 750 aldeias. Sua área de abrangência corresponde a 108 milhões de km2, onde vivem mais de 35 mil índios, pertencentes a 23 grupos étnicos, representantes das famílias linguísticas Tukano Oriental, Aruak e Maku.

 

Sede da Foirn em São Gabriel da Cachoeira

Estrutura Organizacional

Assembleia Geral: É a maior instância deliberativa que escolhe os membros da diretoria e do Conselho Diretor. Estabelece metas e planejamentos da instituição, analisa e aprova ações desenvolvidas pela diretoria da Foirn e ainda discute e aprova prestações de conta.

Assembleia Regional: Define as principais linhas de ação para as coordenações regionais, avaliando a gestão e escolhendo membros para concorrer à diretoria e  membros do Conselho Diretor. Também escolhe os delegados que participarão da Assembléia Geral.

Conselho Diretor: É formado por cinco representantes de cada região, escolhidos pela Assembléia Geral. Sua função é acompanhar os trabalhos da diretoria da Foirn, fiscalizando recursos e despesas além de manter as associações de base informadas das ações da instituição.

Conselho Fiscal: Instância interna do Conselho Diretor que opina sobre o balanço e relatórios de desempenho financeiro e contábil. Também acompanha as operações patrimoniais realizadas emitindo pareceres para os organismos superiores da instituição.

Diretoria Executiva: Elabora e administra projetos, busca parcerias, apoios financeiros e políticos para projetos e demandas da Federação. Acompanha os problemas existentes nas regiões abrangidas e buscar soluções. Convoca a Assembléia Geral e organiza reuniões. Representa a instituição em reuniões, congressos, audiências públicas e todos os foros nos quais a Foirn é chamada a fazer parte.

Gestão atual 2013-2016: Almerinda Ramos de Lima – Tariano- Diretora Presidente; Isaias Pereira Fontes – Baniwa -Vice Diretor Presidente; Renato da Silva Matos – Tukano-Diretor; Nildo  Jose  Miguel Fontes – Tukano – Diretor; Marivelton  Rodrigues Barroso – Baré-Diretor.

Coordenadorias Regionais: Possuem delimitação territorial de acordo com as distribuições étnicas de ocupação. As coordenadorias prestam assessoria técnica e política às atividades das associações indígenas, levando demandas até a diretoria da Foirn. Elas ainda contribuem com a gestão da instituição dando suporte à diretoria Foirn e organizando processos de eleição interna nas regiões. Veja abaixo as cinco coordenadorias:

Coitua: Coordenadoria das Organizações Indígenas do Rio Tiquié e Waupés
Cabc: Coordenadoria das Associações Baniwa e Coripaco
Coidi: Coordenadoria das Organizações Indígenas do Distrito de Iauareté
Caiarnx: Coordenadoria das Associações Indígenas do Alto Rio Negro-Xié
Caimbrn: Coordenadoria das Associações Indígenas do Médio e Baixo Rio Negro

Setor de Comunicação (Setcom): Informar, esclarecer e conscientizar as bases e a sociedade em geral sobre temas relacionadas à Foirn e população indígena local e nacional. O Setcom produz o informativo trimestral “Jornal Wayuri”, o informativo semanal “Infoirn”, o programa de rádio “Vozes do Rio Negro”. E ainda coordena o Telecentro, Radiofonia, e a presença da Foirn na internet: site Foirn, Facebook, Twitter, Blog da Foirn, Flicker, Youtube e outros.

Secretaria e Recepção: Organiza as atividades internas administrativas da Foirn como repassar demandas da diretoria para os diferentes setores da instituição. E ainda faz atendimento de lideranças e associações de base.

Setor de Projetos:  Viabiliza acesso a recurso através de editais  escrevendo projetos e apresentando a  curto e longo prazo para instituição.

Ponto de Cultura:  É centro de articulação e referência em documentação, produção e difusão de saberes dos povos indígenas do Rio Negro, constituindo-se em lugar de memória, criação e promoção, visando contribuir para a manutenção, bem estar e   auto-estima desses povos.

Departamento de Educação: Atua no controle social referente às políticas públicas municipais estaduais e nacionais referentes à Educação Escolar Indígena no rio Negro e no Brasil.

Departamento de Mulheres: Representa as mulheres indígenas dentro da Federação articulando de forma integrada as políticas públicas de gênero.

Departamento de Jovens:  Representa e exercer o controle social sobre as políticas públicas para Adolescentes e Jovens Indígenas do Rio Negro.

Departamento Financeiro: Planeja e acompanha a situação financeira da Foirn e ainda apoia no controle patrimonial e na logística.

Casa de Produtos Indígenas Wariró: É um centro de negócios criado pela Federação para valorizar os conhecimentos da cultura indígena dos povos da região do Rio Negro, como artesanatos, propiciando geração de renda para as comunidades (saiba mais).

Sede da Foirn: Localiza-se na cidade de São Gabriel da Cachoeira, situada às margens do rio Negro a uma distância de 800 km de Manaus. Funciona como escritório, centro para realização de encontros, núcleo de apoio logístico. É na seda da Foirn que fica a central de rede de radiofonia do movimento indígena que é formada por mais de 200 estações situadas nas aldeias. Na sede ainda se encontra a Maloca da Foirn que é um espaço cultural onde se realizam encontros, reuniões, seminários, assembléias e celebrações.

Saiba mais:

Nossa História

Área de Abrangência

Parcerias